Como cuidar corretamente da sua lente de contato gelatinosa

As lentes de contato são grandes aliadas daqueles que possuem um grau muito alto, praticam esportes ou mesmo para quem não é adepto ao uso de óculos. Estima-se que, no Brasil, cerca de dois milhões de pessoas sejam usuários das lentes, seja para correção de miopia, astigmatismo, hipermetropia e quaisquer outros problemas que necessitam de correção de visão. É o médico oftalmologista que irá indicar, de acordo com o problema e o grau do paciente, o uso de lente de contato gelatinosa ou rígida.

 

Apesar de ser prático, o uso de lentes de contato requer diversos cuidados, isso porque elas podem, caso sejam manuseadas de maneira incorreta, causar prejuízos irreversíveis.

 

Cuidados com a lente de contato gelatinosa

A maior parte dos problemas causados pela lente são derivados do mau uso e má higienização, por isso, ser disciplinado é a principal recomendação.

Higiene

Para colocar e retirar as lentes de contato, é essencial que se tenha uma boa higiene. Saiba como:

  • Lave bem as mãos com água e sabão;
  • Higienize as lentes após cada uso;
  • Higienize o estojo e deixe-o preparado antes mesmo de retirar a lente;
  • Sempre descarte a solução do uso anterior;
  • Higienize o estojo com frequência;
  • O soro fisiológico é apenas um lubrificante, ele não atua na limpeza;
  • Se a lente sair do olho, não a coloque imediatamente. Tenha sempre em mãos o kit com a solução para fazer a limpeza necessária.

Além dos cuidados com a limpeza, é necessário ter uma série de precauções para evitar a proliferação de microorganismos nas lentes de contato e no estojo de armazenamento.

Não use as lentes por mais tempo que o recomendável

Logo em seu primeiro uso, as lentes de contato já começam a se deteriorar. Ao passar do prazo indicado, a lente pode acumular resíduos, mesmo se higienizada corretamente. Essa sujeira impede a passagem do oxigênio e, como consequência, pode causar edemas, infecções e até úlcera na córnea.

Use a solução para armazenar as lentes

A solução é o único líquido indicado para higienizar e armazenar as lentes de contato. Ela possui agentes de limpeza para desinfetar, remover resíduos, conservar e lubrificar as lentes. A água, que é muitas vezes usada para limpar e armazenar a lente, pode conter microorganismos capazes de provocar infecções graves.

O estojo também deve ser substituído

Assim como as lentes, o estojo deve ser substituído com periodicidade. Isso porque, com o tempo, ele pode acumular microorganismos e causar inflamações. O recomendável é que ele seja trocado a cada três meses.

Não toque no olho com as mãos sujas

As chances de ocorrer alguma contaminação quando se usa lente de contato são muito maiores, podendo levar a conjuntivite e lesão na córnea.

Como o uso e a armazenagem da lente necessitam de cautela, outra opção é a lente de descarte diário. Além de poupar tempo, as lentes descartáveis necessitam de cuidados apenas na inserção e na retirada dos olhos.

O uso de lente de contato gelatinosa requer diversos cuidados. No início pode até parecer complicado, mas implementar bons hábitos de higiene no seu dia a dia pode evitar a proliferação de microorganismos e, dessa maneira, episódios de infecções e até a perda da visão.

 

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho como oftalmologistas em Belo Horizonte!

Comentários

Posted by DUO Oftalmologia e Plástica Ocular