problemas na visão

4 tipos de problemas na visão

Os problemas na visão podem se manifestar logo depois do nascimento ou se desenvolver ao longo dos anos por diversos motivos como: lesões, doenças crônicas, traumas ou pelo simples fato do envelhecimento natural do nosso organismo.

Principais problemas na visão

Independentemente da idade, problemas de visão são bem comuns. Porém, como foi dito acima, algumas pessoas já nascem com algumas dessas patologias e outras adquirem com o tempo. A seguir, conheça 4 dos principais tipos de problemas na visão, seus sintomas e como tratar.

1-    Miopia

A miopia é um dos problemas mais comuns na visão quando se trata do uso de óculos de grau.

Pessoas que apresentam esse tipo de problema têm dificuldade para enxergar de longe devido ao globo ocular do míope ser alongado e não linear, como o de uma pessoa saudável.

Sintomas

Os principais sintomas da miopia, são:

  • Dificuldade de enxergar objetos a distâncias longas;
  • Dores de cabeça;
  • Dor nos olhos;
  • Sensibilidade à luz;
  • Lacrimejamento em excesso.

Tratamento

Inicialmente o uso de óculos ou lentes de contato é o tratamento mais adequado para a miopia, pois eles auxiliam bastante a focar na imagem observada.

Porém, existe a opção da cirurgia a laser que pode ser executada logo após o médico ter a certeza de que a miopia parou de evoluir.

2Hipermetropia

Diferentemente da miopia, a hipermetropia consiste na dificuldade do paciente enxergar objetos próximos.

Ou seja, pessoas que tem esse problema enxergam de forma embaçada ou fosca, com pouca ou nenhuma nitidez.

Diante disso, podemos afirmar que a hipermetropia é causada por uma imperfeição na refração, fazendo com que os raios de luz sejam retidos pela retina, antes da imagem se formar. Ou seja, a imagem é gerada depois da retina.

Sintomas

Os sintomas da hipermetropia, além da dificuldade de enxergar objetos de curtas distâncias, podem incluir:

  • Vermelhidão ou lacrimejamento nos olhos;
  • Dores e cansaço nos olhos;
  • Dificuldade de concentração.

Tratamento

A hipermetropia pode ser tratada com uso de óculos ou lentes de contato que vão ajudar o paciente a enxergar de forma correta os objetos de curta distância.

Entretanto, a cirurgia também é uma ótima opção, quando indicada corretamente, para corrigir de forma definitiva o problema e, assim, evitar o uso de óculos de forma contínua.

3Astigmatismo

O astigmatismo consiste na dificuldade de enxergar objetos de curta ou longa distância, sendo um dos problemas visuais mais comuns que existem.

Tem por característica distorcer a luz quando esta penetra nos olhos, provocando muitos pontos de foco, quando o normal seria apenas um.

Sintomas

Os sintomas do astigmatismo consistem em:

  • Visão duplicada ou borrada;
  • Dores de cabeça;
  • Confundir números ou letras parecidas.

Tratamento

O astigmatismo pode ser tratado com o uso de lentes de contato ou óculos que, com frequência, devem ser ajustados para dois possíveis problemas, visto que é comum que este problema também apareça em pacientes com hipermetropia ou miopia.

A cirurgia a laser também pode ser indicada nesses casos.

4-    Catarata

A catarata normalmente é um problema de visão que acomete os idosos, devido ao fato de a catarata fazer parte do processo natural de envelhecimento dos olhos.

Sintomas

Costuma surgir uma película branca no olho que diminui o poder da visão e aumenta a sensibilidade à luz. Mas há outros sintomas que podem surgir, como:

  • Dificuldade em dirigir;
  • Problemas para ler;
  • Visão nublada.

Tratamento

A catarata é um dos problemas na visão que o único tratamento disponível é cirúrgico. A cirurgia pode ser executada em qualquer estágio da doença e consiste na retirada do cristalino do olho, que é substituído por uma lente artificial.

Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho como oftalmologistas em Belo Horizonte!

Comentários

Posted by DUO Oftalmologia e Plástica Ocular