Qual o momento certo de procurar um oftalmologista?

Assim como outras partes do corpo, os olhos também podem ser acometidos por diversas doenças e distúrbios. Porém, ainda não há uma cultura no país para a realização de check-ups oftalmológicos. Na verdade, a busca por um oftalmologista só costuma ocorrer em situações emergenciais. E você, sabe quando é a hora certa para procurar este profissional. Caso não, recomendamos a leitura deste post. A seguir, explicaremos a importância de realizar consultas regulares com este especialista.

O que faz um oftalmologista?

A oftalmologia é a área médica dedicada à avaliação, diagnóstico e tratamento de doenças que acometem a visão e as estruturas oculares. Assim, o oftalmologista também é responsável por prescrever exames e realizar procedimentos invasivos e não invasivos. Ainda, este profissional pode atuar em diferentes áreas, tais como, plástica ocular, cirurgia refrativa e oftalmo-pediatria. A formação acadêmica deste especialista envolve o curso de Medicina e a residência ou especialização na área de oftalmologia. Ademais, apesar da atuação abrangente do oftalmologista, ele é comumente procurado quando há uma dificuldade em enxergar objetos distantes (miopia), próximos (hipermetropia) ou em ambas as situações (astigmatismo).

Quais as doenças tratadas por este profissional?

O oftalmologista atua no tratamento de qualquer alteração que impacte na visão do paciente ou de algum sintoma que traga desconforto aos olhos. Além disso, também atua na prevenção de problemas oculares. No caso das crianças, por exemplo, o teste do olhinho pode detectar alterações e, com isso, indicar a necessidade de acompanhamento oftalmológico. Em adolescentes, este especialista costuma diagnosticar e tratar os erros refrativos. Com o avançar da idade, ficamos mais suscetíveis a doenças oculares de maior gravidade e que também são tratadas por este médico, tais como, degeneração macular relacionada à idade (DMRI), glaucoma, catarata e síndrome dos olhos secos.

Quais os sintomas que indicam a necessidade de procurá-lo?

No que se refere às doenças oculares, nem sempre manifestam sintomas em estágios iniciais. Porém, existem sinais que são importantes indicativos de um problema nos olhos. Assim, você deve procurar um oftalmologista quando identificar os seguintes sintomas:
  • visão embaçada: é uma característica comum nos casos de catarata, fadiga ocular, glaucoma e DMRI. Nesses casos, os pacientes relatam que há uma névoa à frente dos olhos, impedindo uma visualização clara e nítida;
  • dor ocular: sintoma que pode ter origem em qualquer estrutura dos olhos, sendo mais comum na córnea. Quase todas as doenças que afetam a córnea provocam dor nos olhos, pois é uma área muito sensível;
  • vermelhidão ocular: sinal ocasionado pela dilatação dos vasos sanguíneos localizados na superfície do olho e que pode ser provocado por uma infecção, alergia, inflamação ou pela pressão elevada;
  • perda de visão súbita: sintoma que pode indicar uma doença grave, como, por exemplo, obstruções na retina, no nervo óptico ou pode surgir em função de uma hemorragia vítrea, acidente vascular cerebral (AVC), glaucoma agudo, descolamento da retina, acidente isquêmico transitório (AIT), uveíte anterior, infecções na retina ou DMRI.
Enfim, como você pode perceber, existem diversas situações que indicam a necessidade de procurar um oftalmologista. Portanto, visite este profissional regularmente para evitar ser acometido por alguma dessas doenças oculares. Quer saber mais? Estamos à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter e ficaremos muito felizes em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do nosso trabalho como oftalmologistas em Belo Horizonte!
Comentários

Posted by DUO Oftalmologia e Plástica Ocular